Flamengo na web de torcedores da Flamengo.

tribunal de justiça desportiva do estado do rio de janeiro;

Adicionar notícia
aprn Por aprn

em 17-04-2013 às 21:15

2 VOTOS

tribunal de justiça desportiva do estado do rio de janeiro;

JUSTIÇA
JUSTIÇA

 

Documento Flamengo TJD (Foto: Divulgação)Presidente do TJD emite mandado de segurança com pedido de liminar para que o resultado de Flamengo x Duque de Caxias não seja homologado (Foto: Divulgação)

No caso de ficar compravado que houve interferência externa, o campo fica aberto para que o Flamengo entre com um pedido de impugnação da partida. O clube ainda trata o assunto com cautela.

- Antes de mais nada, o objetivo final é saber o que houve, para depois aplicar a regra, aplicar o que diz o CBJD - disse o advogado do Flamengo responsável pelo caso, Michel Assef Filho.

Segundo o artigo 84 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que trata da impugnação de partidas, há duas possibilidades a quem foi prejudicado: pedir a modificação de resultado ou a anulação de partida. No caso do jogo entre Flamengo e Duque de Caxias, o lance que gerou toda a polêmica foi o gol anulado de Hernane. Com ele sendo consignado, o Rubro-Negro venceria por 2 a 1.

Documento Flamengo TJD (Foto: Divulgação)Paralelamente, equipe de arbitragem é intimada para audiência de instrução (Foto: Divulgação)

Se, ao fim de todos os trâmites, o Flamengo conseguir os três pontos na partida, o clube volta a ter uma remota chance de se classificar à fase semifinal da Taça Rio. Para isso, além do sucesso no tapetão, seria preciso vencer o Macaé, neste sábado, no Moacyrzão, e ainda torcer para o Fluminense perder para o Bangu, domingo, em São Januário. Fla e Flu ficariam empatados com 13 pontos, e o saldo de gols seria determinante para apontar quem ficaria em segundo lugar no Grupo B. No momento, o Tricolor tem saldo 5, contra 1 do Rubro-Negro.

No dia seguinte a Flamengo x Duque de Caxias, o árbitro da partida, Pathrice Maia, disse em entrevista ao GLOBOESPORTE.COM que não houve qualquer interferência externa no lance.

- Só uma coisa que tenho a dizer: é impossível ter ocorrido interferência externa porque eu vi o jogo depois e até o momento que voltamos atrás na decisão, não tinha sido repetido o lance na televisão. É um trabalho em equipe, todo mundo participa, então tomamos a decisão. Até a partida ser reiniciada o árbitro pode voltar atrás da decisão dele, seja ela qual for - disse o árbitro à época.

Jorge Rabello, presidente da Comissão de Arbitragem, fez coro com o juiz, negando com veemência a interferência externa.

- Não é interferência. Quero descaracterzar que foi o árbitro adicional que marcou o impedimento. O auxiliar entendeu que o chute foi direto. No nosso entendimento, foi precipitado. Deveria ter dúvidas. Aí, o adicional é acionado - e eles são treinados para isso - e responde: "O Hernane cabeceou e me pareceu que estava adiantado". Então, o Paulo (Carneiro) para, volta e avisa que houve o impedimento, mas só porque não tinha visto o toque - explicou Rabello.

A pedido de Rubens Lopes, presidente da Ferj, toda a equipe de arbitragem daquela partida acabou afastada após aquela atuação.

Novos comentários

1 Comentários
aprn

aprn A suspensão faz parte do processo...... igual ao jogo do Inter x Palmeiras (gol de mão)... no final será julgado improcedente o pedido......mas....basta um empate do Fluminense no domingo...q o Flamengo estará fora......infelizmente;;;;

o 17-04-2013 as 23:06

Deseja participar desta seção?

- Se você já está registrado, entre.

Esqueceu a sua senha?

Se ainda não está registrado em maiortorcida.com: